Luciana Spinelli, pesquisadora e aluna Fisk da unidade Jaguariúna, no interior de São Paulo, foi uma das seis brasileiras a integrar um grupo restrito de mulheres da área de geotecnologia em evento que visa compartilhar conhecimento e fortalecer centros de trabalho nas discussões sobre mudanças climáticas. O evento, de nome “Train the Trainers: Empowering Women in Geographic Information Systems and Environmental Sciences”, ocorreu de 15 a 20 de maio na Universidade Estadual do Arizona, Estados Unidos. Nessa ocasião, nossa aluna, que nos enche de orgulho, compartilhou experiências profissionais e pôs à prova seu inglês fluente, resultado de dedicação há alguns anos. Não foi a primeira vez que nossa aluna deu um show com o idioma. Ela já havia participado de uma imersão de um mês na NASA, onde adquiriu conhecimentos que puderam ser aplicados no Brasil para o monitoramento de florestas. Com tudo isso, Luciana demonstrou que, com garra, empenho, persistência e estudo, você também pode chegar lá. Way to go, Powerful Girl!