O folclore brasileiro é recheado de histórias que refletem a nossa origem - são lendas herdadas e criadas a partir das culturas africanas, europeias e indígenas. E muitas dessas histórias tendem a explicar o nascimento da nossa cultura, fauna e flora - como a lenda da vitória-régia - ou criar advertências para a sociedade da época, assim como os contos de fadas faziam na Europa.

Por exemplo, as histórias da mula sem cabeça e a do boto cor-de-rosa têm uma regra moral bem explícita: a mula foi uma moça amaldiçoada por se envolver romanticamente com um padre, enquanto o boto ganhava a forma de um boy lindíssimo que seduzia as mulheres, apenas para engravidá-las. E quem nunca ouviu falar do Saci-pererê, do Curupira, do Boitatá e da Cuca?

Outros mitos foram herdados, como o Lobisomem e a Iara (a lenda da sereia é um dos mais populares em todo o planeta), assim como os chamados costumes folclóricos: pegar o buquê da noiva (para casar), comer uvas na noite de Ano Novo (para ter sorte), não quebrar um espelho (para não ter 7 anos de azar)... e a lista continua!

Por isso, neste dia 22 de agosto - Dia do Folclore -, que tal conhecer um pouco mais das lendas e histórias míticas do folclore americano? Assim, como o nosso, eles também sofreram influência europeia, mas possuem suas particularidades - vindas do indígenas norte-americanos e, até mesmo, de parte dos povos da era pré-colombiana!

Uma das figuras lendárias mais conhecidas nos EUA é o Bigfoot (Pé-Grande) ou Sasquatch. Ele é descrito como um macaco humanóide, bem mais alto do que uma pessoa comum, que vive recluso nas florestas a noroeste do país e que possui a missão de proteger os seres da mata.

O mesmo não acontece com Mothman que, de acordo com a lenda, é um híbrido entre homem e mariposa, cheio de pelos por todo o corpo. A criatura ficou famosa na década de 60, quando relatos de pessoas que tiveram contato com ela apareceram aos montes na TV. Apesar de ser uma figura folclórica, ele está mais para o nosso ET de Varginha, do que para o Curupira.

História fantástica mesmo é a do grandioso Paul Bunyan, o gigantesco lenhador que vagava pelos EUA acompanhado por Babe, seu blue ox. De acordo com a lenda, foi ele que criou o Grand Canyon, ao arrastar seu enorme machado pela terra!

 

 

As lendas americanas também incluem figuras como o Lobisomem, o famoso pirata Barba Negra e a assustadora Bloody Mary, que possui uma conhecida versão brasileira: a Loira do Banheiro. Duas mulheres que voltam do mundo dos mortos para assombrar quem as invoca - até a forma de chamá-las é parecida, utilizando espelhos e a repetição de seus nomes.

Quais outras histórias você conhece do folclore americano? Aproveite a data e comente nos nossos posts do Facebook e Twitter! 😉


Vem pra Fisk!

Aprender outra língua é também conhecer outra cultura! Aqui, nosso principal objetivo é desenvolver suas habilidades para que você se comunique com o mundo! Saiba mais sobre nossos cursos e procure a unidade mais próxima!